CHIQUINHO DA MANGUEIRA

De autoria do deputado Chiquinho, Rio possui leis de combate ao Bullying

Hoje, dia 7 de abril, é o Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola. Um tema de bastante relevância, pois aproximadamente um em cada dez estudantes é vítima frequente de bullying nas escolas. São adolescentes que sofrem agressões físicas ou psicológicas, que são alvo de piadas e boatos maldosos, excluídos propositalmente pelos colegas, que não são chamados para festas ou reuniões. O número de casos de jovens submetidos a situações de humilhação cresceu, de acordo com a pesquisa do IBGE sobre a saúde do estudante brasileiro. A data também é dedicada em memória às vítimas do massacre em uma escola de Realengo, no Rio de Janeiro, em 2011.

A lei 6084/11, de autoria do deputado Chiquinho da Mangueira, trouxe para o Estado do Rio um programa de Prevenção e Conscientização do Assédio Moral e Violência nas escolas, o chamado bullying – a violência física e psicológica no ambiente escolar. O programa desenvolve ações multidisciplinares, com atividades didáticas para conscientização, orientação e prevenção das agressões. Aumentando a abrangência sobre o tema, o deputado Chiquinho da Mangueira também é o autor da lei 6616/13, que torna obrigatória a exibição de propaganda publicitária, esclarecendo as consequências do “bullying”, antes das sessões nos cinemas. Um trabalho que visa evitar danos maiores a vida de milhares de pessoas que sofrem assédio de cunho sexual, social ou psicológico.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO